ALÉM DO CANSAÇO, OUTROS SINTOMAS DESSE PROCESSO DE ASCENSÃO:

Você poderá estar sentindo, às vezes, uma sensação de vazio e de estar “suspenso no ar” sem desejar nada, sem precisar de nada nem ninguém…isso significa que você não sente fome, nem desejo ou falta de nada e embora olhe para os lados veja os móveis, objetos e a “realidade” ao seu redor, se olhe e perceba seu corpo, você não não se sente aqui…parece estar numa outra dimensão mas sem entender muito bem o que isso vem a ser…você não se sente mais você…poderá também sentir tonturas e enjôos que vem de repente e depois passam ou que por vezes, se intensificam e fazem você ter que se deitar, baixar a guarda e descansar…certos alimentos que antes lhe acenavam e davam “água na boca” ou pelo menos lhe eram agradáveis, agora não são mais interessantes e alguns poderão até causar aversão…pessoas com quem você se relaciona há tempos, de repente, você percebe que não há mais sentido nessa relação e que você precisa se distanciar pois falta sintonia e, em alguns casos, certas relações podem estar lhe roubando energia, enfraquecendo, desgastando e isso pode estar ocorrendo em relação a ambientes inclusive de trabalho ou mesmo de lazer, simplesmente não lhe agradam mais, não tem mais a ver com você…desejo forte de se recolher e de ficar quietinho pois lhe falta até a energia para falar…pode surgir uma exaustão ligada aos aparelhos eletrônicos, especialmente o celular e o computador, entre outros surgindo uma vontade de desligar todos, se desconectar…seu corpo e sua mente por vezes, parece que vão explodir pois não consegue absorver mais nada de informações nem de contatos ou mesmo demandas de trabalho e de relacionamentos…por vezes, algumas pessoas estão tendo a sensação nítida de que estão enlouquecendo e poderão entrar em pânico principalmente se não conseguirem buscar a ajuda adequada…
Interessante ouvir de profissionais de saúde que chama a atenção a quantidade de pacientes que tem sofrido quedas e fraturas inclusive de dentes…
As dicas e sugestões seguem sendo as dadas no post anterior e mais as seguintes:
Acredite, você realmente não é mais você, está se transformando radicalmente tanto a nível celular, físico, quanto a nivel mental, energético, espiritual portanto, aceite e se prepare para se reconhecer, aos poucos, como um novo ser, com a consciência expandida, com sentidos mais aguçados tais como a telepatia, telecinesia, a intuição e possivelmente uma mais alta sensibilidade a ruídos ou ao toque de certos tecidos na sua pele bem como sensibilidade a tons de vozes ou timbres, percepção mais ativada de aspectos sutis e de temas que antes não lhe chamavam a atenção e até passavam “batidos”. Assim, pratique a aceitação e a auto observação bem como o reconhecimento desse novo ser em que você se transformou. Busque formas terapêuticas de lidar com você e terapias ditas alternativas disponíveis através de profissionais e terapeutas confiáveis pois as terapias tradicionais não dão conta sozinhas dessas novas características que estão surgindo e constituindo o Novo Ser Humano. Leia, estude a respeito de quem são as novas gerações ( Índigos, Cristais, Arco-íris, Estelares…) e como são essas novas características delas, pois você está se tornando como elas e assim acessando as próximas dimensões, mais elevadas que nos exigem tais características e condições novas de adaptação à vida. Estamos adentrando numa Terra de quinta e de sexta dimensões onde existem infinitas possibilidades de perceber, de sentir e de se relacionar e viver. A quinta dimensão é a frequência da sabedoria, é totalmente pura energia, onde se encontram os Mestres Ascensionados e guias espirituais. Nela experimentamos a nossa fusão com o grupo de almas a qual pertencemos vibracionalmente. É a dimensão onde recordamos quem somos e despertamos nossa sabedoria interna. E a sexta dimensão é afrequência Crística, é o regresso ao Lar, ao Ser Único. É nessa dimensão que o processo de evolução do Ser e do Todo se experimentam como Uno. É a dimensão criadora das matrizes morfogenéticas que se manifestam na primeira, segunda e terceira dimensões.
Assim, podemos ter uma noção de porque estamos nos sentindo assim tão exaustos, tão “diferentes”. Na verdade, precisamos nos transformar e sermos capacitados para só assim podermos acessar tais frequências e dimensões e avançar no processo de evolução de nossa Essência, que é espiritual. Mas, lembrando que o exercício/desafio é viver uma vida humana com essa consciência e integração de corpo e alma, aqui e agora!!!
Desejo uma caminhada abençoada e
o mais suave possível a todos nós!
Haja Luzz!