BIBLIOTECA / POESIAS

As escolhas

Escolho sair
Escolho partir
Escolho viajar
A escolho
é difícil
é um ato
da vontade
sentido de
liberdade
exercício de
lealdade
a si mesmo
Decido escolher
a vida
ando
na corda bamba
simulo
saltos no escuro
dou
voltas feito aranha
arranho
os véus da teia
levanto
me recomponho
saúdo
as marcas do tempo
caminho
na direção do vento
canto
espero
que a resposta venha
aquieto
a alma impaciente
me atenho
aos sinais impressos
no invisível
eu sonho
com o infinito
implícito
em tudo que
envolve o tempo
escolho
o abraço do amigo
aquele
que vive dentro
do meu peito
que dorme
quando todos gritam
e vive
quando todos deitam
escolho
a estrada do arco-íris
e nela
vou vestida de amarelo
mergulho no azul
das ondas
a fundo na
branca espuma
colorida
Escolho ser
minha melhor
amiga
avanço
rumo ao sol
escolho a vida.

Ingrid Cañete
26/11/2008
São Paulo