Atitudes e Comportamentos das Crianças Índigo e Cristal que nos impressionam, encantam e ensinam

As crianças Índigo e Cristal, entre nós, assim como outros grupos evolutivos Estelares, Arco-íris, Diamante estão nos envolvendo com suas altas e sutis vibrações fazendo, a cada dia verdadeiros milagres em nossas relações com nós mesmos, com a família, com a natureza, com os outros semelhantes. Uma verdadeira revisão interior está sendo proporcionada pela simples presença delas entre nós. Conforme eu já expliquei em outros artigos e nos meus livros, essas crianças têm a mente quântica e portanto, não necessitam das palavras para se comunicar nem para promover as transformações que vieram promover, por aqui, na Terra. Significa que elas emitem códigos, sinais, mensagens e verdadeiros pacotes de informações apenas sendo quem elas são e assim, emanando suas ondas vibracionais de sentimentos e pensamentos, das suas mentes para as nossas mentes. Elas causam verdadeiras “revoluções” em seus lares, entre seus pais e familiares, mesmo que estes sejam céticos, ateus e avessos ou desligados dos temas sobre energia, espiritualidade, física quântica.

Eu recebo tantos e tão lindos depoimentos, diariamente, que resolvi compartilhar alguns deles com vocês. Acredito que, ouvir a voz das próprias crianças Índigo e Cristal é sempre mágico e transformador! Elas nos dão toques para um despertar, usando poucas palavras ou nos economizam energia lendo nossas mentes e pensamentos e adiantando-se a responder perguntas não formuladas ou nos tranquilizando quanto a preocupações e receios não verbalizados… Escutá-las significa a possibilidade  de ampliação do nosso olhar e visão sobre essas crianças de agora e usufruir de momentos de verdadeiro êxtase e da mais pura alegria de viver! Tal escuta nos ajuda a tomar consciência de que estar aqui, nessa existência, cercados por essas crianças, seres de pura luz e amor, é uma dádiva e uma bênção.

Os presentes de aniversários escolhidos por elas têm causado surpresa e impacto sobre os pais. Um menino ao fazer 9 anos respondeu que gostaria de ganhar uma codorna para cuidar, sua mãe surpresa disse: mas você gostaria de mais alguma coisa? O menino disse: não, só isso!

Outro menino, ao completar 10 anos respondeu que gostaria de ganhar “um dia de paz” que significa para ele, não precisar ir ao colégio e ficar em casa de pijama, descansando no silêncio do sítio onde moram. Outro menino ao fazer 5 anos de idade, disse a sua mãe que gostaria de convidar cinco amiguinhos e apenas cinco, para virem brincar com ele. A mãe ficou surpresa, feliz e emocionada ao perceber a sabedoria de seu filho, afinal, os aniversários que em geral, temos visto, onde se reúnem muitas crianças e adultos, nestes grandes salões, impedem que o aniversariante brinque com todos, se dedique a seus convidados, deixando todos cansados ao final, com excesso de pessoas, de informações, de barulho, de música, de presentes que não são abertos na frente de quem os deu impedindo assim a troca de afeto e o reconhecimento mútuo, excesso de tudo, enfim.  Uma menina que irá completar 10 anos, escolheu como presente, ir assistir um concerto de música clássica com os pais pois ela estuda canto e ama música clássica e erudita. Essa mesma menina gosta de presentear com seus cabelos, outras pessoas que, em tratamento de câncer, necessitem para fazem fazer perucas, por isso corta seus cabelos, todo o fim de ano e os doa.

Aliás, sobre aniversários infantis tenho escutado relatos de mães que contam positivamente impressionadas, de como as crianças estão pedindo apenas  e preferencialmente água para tomar, durante as festinhas. Há muitas crianças que comem pouco e procuram “coisas saudáveis e naturais” para comer. Existem aquelas crianças que usando a própria sabedoria e conscientes do que lhes faz bem ou mal, recusam certos alimentos sem que os pais precisem interferir.

Sobre o ambiente escolar, recebo muitos relatos e lembro-me de várias crianças que já disseram aos pais: por que eu preciso ir a essa escola se não me ensinam nada? Para que ir à escola se lá não deixam aprender o que eu preciso e desejo aprender? Eu não preciso dessa escola para nada! Ouvi de uma mãe, recentemente que antes de sair para a escola seu filho diz: Estou indo para o presídio. Há crianças que choram e imploram para os pais não lhes levarem à escola, por que será? Lembro de uma linda menina, que entre os 3 e 4 anos de idade falava para sua mãe: Eu gostaria que você fosse a minha babá! A mãe lhe perguntou por que, filha? Porque assim você ficaria todo o dia junto comigo… Outra menina, na idade de 8 anos me revelou que seu sonho era morar numa casa grande, tipo um castelo, onde morassem também seus avós, primos, tios e assim pudessem sempre estar juntos, dormir e acordar juntos, fazer as refeições juntos, brincar, conversar juntos. Ela me disse que se pudesse escolher um presente, gostaria de falar com o chefe de seu pai e pedir que lhe dessem uma semana de férias para poderem ficar todo o tempo juntos…

E tem o relato sobre uma menina de 8 anos, que diz a sua mãe, antes que ela se manifeste, quando vai a casa de uma amiguinha brincar: Não se preocupe mamãe, não vou demorar e vou me cuidar! Essa menina tem uma irmã de 6 anos e sua mãe conta que à noite, antes de dormirem, as duas meninas se dão as mãos e rezam o terço juntas, sem que ninguém na família tenha sugerido isso ou tenha esse costume.. Essa mãe relata que apenas assiste e escuta de longe e fica muito emocionada!

Outra mãe me relatou que sua filha aos 4 anos de idade, olhava nos seus olhos e pegava o seu rosto de forma terna dizendo: Mamãe, você é a minha primeira mamãe e eu te amo muito, muito! Você é a mãe mais linda desse mundo!

E o menino de 8 anos que encontro, seguidamente,  sentado na grama, em frente à escola de música, meditando? Que exemplo divino e tão puro nos oferece, assim, sem palavras… Será que precisa falar alguma coisa?

Lembro dos pais que me contaram que seu casal de filhos de 10 e 12 anos que ao entrarem numa pizzaria com eles, sentaram-se e dali a pouco disseram: vamos levar a pizza para comer em casa? Vamos embora daqui? Os pais surpresos perguntaram: Mas, por quê? Eles responderam em coro: porque tem uma energia por aqui que não está boa, melhor irmos para casa!

Vimos um cachorro de rua vestido com uma roupinha de proteção nesses dias tão frios e a menina de 6 anos disse: Ah que bom que alguém deu essa roupinha para ele, pois não é fácil viver nas ruas e não ter comida, nem um banho, nem uma cama quentinha…eu tenho pena desses cachorros de rua…

E, você já parou para escutar e observar as crianças à sua volta? Filhos seus ou não, vale a pena prestar atenção, ouvir de verdade, pedir uma opinião, e até mesmo puxar conversa com as crianças de agora! Índigo, Cristal, Estelares, Arco-íris são mensagens vivas desejando muito serem acolhidas, ouvidas e compreendidas…

 

Um abraço afetuoso, desejando que dedique um olhar renovado e uma escuta verdadeira as nossas crianças!

Haja Luz!

 

Ingrid