MEU DIÁRIO / POESIAS

Aura Índigo

Aura clara

Alma e aura

 

Clara alma

Tão azul

 

Aura índigo

Sou eu e sou tu

Em resquícios de azul

Recolhemos nossas pedras,

Cristais e tesouros

Trazidos de outros mundos.

 

Aura calma e intensa

De um azul tão profundo

Que segredos tu guardas

 

Que almas aguardas,

Na estação desta terra

Um planeta azul.

 

Índigo, aura índigo

Ouço tua alma

Que reclama

Sinto que tens o poder das estrelas

 

Aura clara

Alma e aura

 

Clara alma

Tão azul

 

Tua missão é de alma

E tua aura é tão pura

Tens nos olhos a chave

O código da luz

Os genes de deus

Ativados em ti

 

O amor, és assim.

A explosão de mil cores

E quando invades o espaço

O infinito é real

O impossível desiste

Tu és a ponte, és a guia

Tua luz nos conduz

Através do invisível

 

O teu véu tão azul

impõe-se e seduz

Traz a voz da mudança

Incontáveis perguntas

Inquietantes e astutas

Nos instigam, perturbam.

 

Aura índigo azul

Céu noturno estrelado

Teu olhar é direto

E o sorriso é largo

Quando encontra a verdade

 

Aura clara

Alma e aura

 

Clara alma

Tão azul…

 

Ingrid cañete

 

01/08/2006,

Porto alegre