COMO FINALIZAR ESSE ANO?

Estamos chegando ao fim de um ano extremamente duro, pesado, difícil e desafiador para se dizer o mínimo. Acredito que 2018 ficará, para sempre na nossa história como país e como povo. Podemos analisar esse ano por dois ângulos diferentes e opostos. Analisando-se pelo aspecto da sombra, normalmente vista como negativa, nós tivemos muitas evidências de que essa “lado” sombrio dos indivíduos e dos coletivos atingiu o seu ápice…ou não…haja visto as notícias recentes que seguimos acompanhando e que nos deixam estarrecidas/estarrecidos…nos perguntamos quando chegaremos ao “fundo do poço”?!

Por falar em opostos, todos nós vivenciamos, mesmo sem querer(!), o radicalismo mais atroz e feroz de nossa história. Fomos levados a experimentar uma verdadeira guerra entre dois lados antagonistas que separou amigos, famílias, estilhaçou sentimentos e valores morais e éticos. O nível baixou tanto que muitos de nós passamos a tomar cuidado com cada palavra pronunciada, com a cor da roupa que usaria, com os lugares que frequentaria, com os motoristas exaltados e desequilibrados no trânsito, com a falta absoluta de bom senso e de respeito  de um grande, e assustador, número de pessoas. As máscaras e os véus foram caindo em cascata e mostrando de forma nua e crua a verdade sobre nossos políticos, nossos artistas e ídolos de outrora, de alguns supostos amigos e até de figuras públicas cultuadas quase que como “santos” ou “gurus”. Vivenciamos o limite máximo daquilo que as profecias e textos bíblicos anunciavam, ou seja, um tempo em que nenhuma verdade ficaria sob a mesa. Tudo seria revelado doa a quem doer. Um verdadeiro Apocalipse! Diante dos desafios em diferentes graus e intensidade que todos nós experimentamos e seguimos experimentando, muitos não suportaram e sucumbiram adoecendo e morrendo, atraindo “acidentes” fatais, se suicidando ou mesmo enlouquecendo devido a falta absoluta de estrutura emocional e principalmente, espiritual.

Elegemos um novo presidente e muitos novos políticos e deixamos de eleger muitos, não todos, que nos traíram e roubaram como povo e como nação. Apesar do alto custo energético/físico/emocional/espiritual que significou para nós, conseguimos eleger um líder que nos acena com a possibilidade de virarmos uma página negra e trágica de nossa história. Mas, não estamos livres de todos os riscos e duras consequências de tantos anos de governos profundamente corruptos e desconectados do verdadeiro espírito de liderança e de serviço ao povo. Todos nós precisaremos manter o equilíbrio, seguir buscando expandir a consciência e arregaçar as mangas e trabalhar muito, por muitos anos e unidos para sairmos do fundo do poço escuro em que estamos.

Mas, analisemos o aspecto luminoso de tudo isso! Ao levantarem-se muitos véus e ao caírem as máscaras, pudemos separar “o joio do trigo”em todos os sentidos e direções. A partir de agora se fizermos escolhas “erradas”, equivocadas não será por falta de informação nem de conhecimento sobre quem é quem mas sim porque preferimos insistir num caminho de sombras. Tudo deve ser respeitado como exercício do livre arbítrio. No entanto, o panorama agora, passa a ser outro onde a Luz permeia, cada vez mais, todos os ambientes e contextos e alarga em muito, nossos horizontes e nossas perspectivas. Quem já despertou sabe bem disso e quem está recém despertando, está descobrindo que nós estamos caminhando na direção de nossa regeneração e de cultivarmos as sementes da fraternidade em um solo infinitamente mais fértil. Onde há Luz não existe espaço para a sombra do medo e de todos os seus derivados, desde a ignorância, até a violência, a brutalidade, a traição, a mentira, a manipulação, os abusos e a corrupção. Teremos muito mais clareza, discernimento, lucidez, oxigenação para viver e fazer novas escolhas. Basta querer! A Luz simplesmente é…não se explica em palavras…onde cessam as palavras começa a Luz e, assim a Unidade que permeia a todos.

Então, nesse final de ano eu proponho que façamos nossas reflexões reservando um tempo e um espaço de silêncio só para nós, como um presente precioso, um luxo, uma joia rara…e no silêncio poderoso  que habita dentro da gente, nos façamos algumas perguntas: como foi esse ano para mim? Eu fiz escolhas que me trouxeram, paz, felicidade genuína, alegria de viver? Minhas escolhas trouxeram mais paz ao mundo? Eu me arrependo de alguma coisa, de alguma escolha? Como eu posso evoluir como ser humano, como profissional, como líder, como pai, mãe, irmã/irmão, filho/filha…?

E, à seguir, pergunte-se: como eu desejo que seja esse novo ano? Que escolhas eu desejo fazer para alcançar paz, alegria, realizar meu propósito, servir aos outros, ser feliz?

Sugestão: Sempre que você for fazer uma escolha, tomar uma decisão, assumir um novo compromisso você pode manter-se em equilíbrio e no seu eixo perguntando-se: É necessário? É saudável? Trará mais paz para a minha vida ou para o planeta?

Somos, hoje, uma imensa legião de seres Índigo, Cristal abrindo o caminho e sustentando as vibrações mais sutis e elevadas para os seres Arco-íris, Estelares, Diamantes que estão chegando entre nós! Sabemos que muitos outros grupos evolutivos estarão descendo para nos ajudar e para povoar esse planeta, na medida em que avançamos para a chamada Idade da Luz! Lembremos de que todas essas experiências de dualidade, separação e radicalismos, são ilusórias do ponto de vista espiritual. Assim, tudo o que vivemos e ainda viveremos, pois muitos desafios ainda estão por vir, serve para afiar e fortalecer nosso espírito trazendo ainda mais confiança e coragem para prosseguir! Viver os extremos entre Luz e sombra está nos tornando muito mais sábios e preparados para os próximos capítulos de nossa “saga” humana. Somos voluntários à serviço do Amor, da paz e da Luz!!! Somos as gerações Índigo e Cristal abrindo o caminho para as novas gerações, aqui na Terra!!! Somos Um!!!

Desejo a todos vocês amigos, leitores, clientes, colegas e parceiros/parceiras de jornada terrena, belas e profícuas reflexões, renovação de propósitos, paz, harmonia, lucidez, muito amor no coração e sempre as bênçãos divinas e uma abundante e brilhante chuva de Luz nos acompanhando!!!

Seja feliz, o mundo precisa muito de pessoas felizes!!!

 

Um abraço afetuoso e cheio de gratidão,

Ingrid