ESTAMOS NA QUINTA DIMENSÃO? PENSO E ACONTECE!

Tu és o mundo.
Krishnamurti

Você já reparou como tudo está super acelerado? Não se trata apenas de uma aceleração do tempo, que é um fato científico, mas tudo o que você sente/pensa/intenciona se realiza de forma instantânea. O Universo é mágico? Sim ele é! Você pede uma vaga para estacionar próximo ao local de seu compromisso invocando seu Guia, seu Mestre ou Arcanjo de preferência colocando sua firme intenção e pronto, lá está a vaga que você pediu. Você mentaliza uma resposta de um trabalho que deseja conseguir e …eis que ela chega assim, na mesma hora. Você mentaliza que já está curado de uma dor e se envolve em luz e pronto, a dor passou. Você pensa numa pessoa de quem gosta e está com saudades, pois não se veem há tempo, entra uma mensagem da pessoa em seu celular. Você pensa num tema ou menciona uma palavra e logo esse tema ou palavra surgem na sua frente, seja na tela da TV ou num outdoor imenso ou ainda numa vitrine ou falada pelo locutor da rádio. Você está cantarolando uma música que surgiu em sua cabeça e ao entrar em determinado lugar a mesma música está a tocar. Você pensa numa flor e seu namorado ou amigo lhe traz essa mesma flor pois lembrou de você, assim. Você deseja encontrar um vídeo que já viu sobre um assunto que pode ajudar muito uma pessoa que você estima e…alguém de sua rede de contatos simplesmente, lhe envia esse vídeo.

“ISSO” está acontecendo comigo, já faz bastante tempo de forma que já faz parte de meu modo de viver. Mas, ultimamente, observo que tem se intensificado. E, você está vivenciando “ISSO” também?
O interessante e curioso é que, embora tais experiências estejam se multiplicando e tornando “naturais” para um número crescente de indivíduos, tem muita gente que ainda se surpreende , se espanta e diz: “Ah, não é possível! ISSO só acontece uma vez na vida e outra na morte” para citar um ditado popular antigo. Claro, antigamente, era bem mais difícil de tal sincronicidade se manifestar tão intensamente, tão frequentemente. Vivíamos num outro tempo, numa outra dimensão, mais densa, a 3D ou terceira dimensão. Fato é que agora “ISSO” está mesmo acontecendo e sinalizando uma transformação humana! Nós humanos, estamos expandindo nossas consciências, elevando nossas vibrações, com ajuda das crianças Índigo/Cristal. A presença massiva dessas crianças com suas vibrações mais elevadas e sutis está nos transformando e ativando em nós, dons, habilidades que nem imaginávamos que tínhamos. Dessa forma, quanto mais elevamos nossas vibrações e suavizamos nossos egos, mais vamos nos capacitando e acessando, manifestando a realidade de acordo com as leis de Quinta Dimensão. Nela, só “existe” o Amor e nessa vibração passamos a experimentar a ausência de separação, de divisão entre corpo/mente/espírito, eu e tu, nós e a realidade, dentro e fora, passado e futuro. Na Quinta Dimensão vivenciamos o “agora absoluto e eterno” onde basta sentir/pensar e já está feito, realizado.

No entanto, nosso “passaporte espiritual” para fluir com as leis da Quinta Dimensão será, sempre, manter nossas vibrações elevadas, cultivando o Amor Incondicional, a verdade, a alegria, a gratidão para assim nos mantermos leves como os pássaros, como os anjos. No momento em que baixamos as nossas vibrações por sentimentos/pensamentos de dúvida/medo (um simples será?) imediatamente, “caímos” para a 3D e podemos, inclusive, nos machucar. Para ilustrar, basta lembrar daquela passagem em que o Mestre Jesus Cristo caminha sobre as águas e se dirige aos apóstolos indicando onde devem jogar as redes para encontrar peixes e Pedro, o apóstolo se encanta e imita a Jesus caminhando sobre as águas. De repente, Pedro olha para baixo e um sentimento de dúvida aliado talvez a algum resquício de vaidade, lhe assalta e ele afunda nas águas. Jesus então o incentiva a eliminar a dúvida/medo e a fortalecer sua fé e prosseguir flutuando sobre as águas.

Além de manter elevadas as nossas vibrações, precisaremos entender, no íntimo de nossas almas, que Deus/Universo não nos concederá tudo o que desejamos na hora em que solicitamos mas, somente aquilo o que necessitamos nos será dado no tempo perfeito Dele. Quer dizer, receberemos aquilo para o qual estivermos preparados e de acordo com os nossos méritos, nosso merecimento.
Então, cabe aqui citar o genial e visionário Einstein que observou acerca dessa vida:
Há duas formas para viver a sua vida. Uma é acreditar que não existe milagre. A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre.
Estamos, atualmente, à beira de uma revolução científica tão audaciosa quanto foi a descoberta da relatividade por Einstein. As descobertas feitas pelos cientistas indicam que estamos criando a chamada “ciência do milagre” que está nos respondendo a diversas perguntas que ficaram sem respostas, há séculos. Os cientistas, conforme Lynne McTaggart nos explica (em seu excelente livro O Campo), descobriram que nós, os seres humanos, em nosso nível mais básico não somos uma reação química, mas sim uma carga energética. Nós e todos os seres vivos são uma coalescência energética num campo de energia, ligados a todas as outras coisas do Mundo. Esse campo de energia pulsante é o motor central do nosso ser e da nossa consciência, o princípio e o fim da nossa existência. O Campo é um mapa do Mundo para sempre. Não existe dualidade “eu” e “não eu” nos nossos corpos em relação ao Universo, mas sim um único campo de energia subjacente. Esse campo é responsável pelas funções superiores de nossa mente, pelo nosso coração, nossa memória; é a força que determina se somos saudáveis ou doentes e que devemos explorar para alcançarmos nossa cura. “O Campo” como afirmou Einstein “é a única realidade”.
Provavelmente, a interação constante com o Campo possa explicar nossa intuição e criatividade e também como as ideias nos chegam em surtos de percepção, às vezes em fragmentos, doses homeopáticas mas, frequentemente, como um todo milagroso. Se estamos “mergulhados”, envolvidos totalmente por esse Campo mutável de flutuações quânticas cuja linguagem é a holografia, e interagimos com ele constantemente isso aprofunda e amplia em muito nosso olhar, nossa visão e percepção sobre quem realmente somos, sobre a Vida. Sendo assim, podemos compreender que conceitos como dentro e fora, eu e tu, bem como a ideia de separação simplesmente deixam de fazer qualquer sentido. Os “milagres” são verdadeiramente a nossa realidade, a única realidade como predisse Einstein.

Reflita, pesquise, preste atenção, observe-se, observe o mundo, as pessoas com distanciamento e busque o discernimento, a consciência, a lucidez. Perceberá, pouco a pouco ou mesmo de repente que o MUNDO é bem mais amplo do que você imaginava…e que você é muito mais do que supunha sua vã filosofia…
Um abraço afetuoso desejando que você vislumbre cada vez mais, a LUZ!!!
Ingrid