Por que será que as Crianças e Adolescentes Índigo e Cristal não querem estudar?

Por que será que as crianças não querem estudar?!

Eis uma reflexão urgente a ser feita por todos os pais e pelos adultos em geral! Algo de muito ruim está se passando com nossos métodos e meios de “educar” porque a reação de um número alto e crescente de crianças e também de adolescentes Índigo e Cristal, está se repetindo em milhares de crianças pelo Brasil e pelo mundo!
Nosso sistema educacional está falido há muito tempo, isso já ficou evidente!
Nós precisamos encontrar novos e muito mais sábios  e evoluídos caminhos!

Se as crianças Índigo e Cristal assim como as Crianças Arco-íris e Estelares de agora representam um ser humano diferente, com diferentes características e necessidades, parece evidente e óbvio que precisamos de um NOVO OLHAR e de NOVOS MÉTODOS DE EDUCAÇÃO!!!

Há poucos dia, recebi um vídeo, que está circulando na internet, de duas adolescentes uma delas chorando e manifestando um desabafo forte e uma mensagem aos pais, as escolas e a sociedade insana em que estamos inseridos. Nesse vídeo, a menina que chora e soluça fala de uma excessiva e abusiva pressão que recebem  no sentido de estudarem “tipo 20 horas” por dia para poderem passar em muitas faculdades e assim, “serem alguém”! Ela se refere, provavelmente, as frequentes comparações que principalmente os pais e também escolas e professores lhes fazem citando exemplos de alguns jovens que dedicam-se desumanamente a estudar tanto assim largando inclusive suas relações e vínculos sociais. A jovem em questão fala e chora(!) que isso é uma loucura e uma insanidade, deixar de viver para somente estudar. Ela cita o exemplo do Japão onde os adolescentes são criados e altamente pressionados não apenas a estudar muito mas a serem os melhores e onde o índice de suicídio ou mesmo de morte entre adolescentes, devido a um estresse extremo (síndrome de burnout) é um dos maiores do mundo! O vídeo parece estar gerando alguma polêmica, acredito eu que isso se deva a crescente insensibilidade e falta de uma escuta atenta e verdadeira de nossas crianças e adolescentes. Creio que se deve também a uma doentia falta de amor ou seja, a um individualismo absurdo e a uma frieza e dureza desumanas que imperam em nossa sociedade. Haja visto as coisas que se ouvem com muita frequência em comentários e desabafos das crianças e dos jovens da geração Índigo e Cristal.  Por outro lado ouve-se de pais em relação a professores e escolas uma queixa quanto ao tratamento pautado por uma ignorância e uma burrice emocional ( termo pautado pelo psicólogo americano Daniel Golleman que significa o oposto de inteligência emocional) a toda  prova,  que a maioria das escolas dá às crianças, ainda pequenas, na escolas infantis e creches. Parece que ninguém quer ouvir de verdade os adolescentes pois eles são “chatos”, se repetem, são ora muito infantis, ora muito rebeldes e “agressivos” ou “teimosos” em seus pontos de vista, são “esquisitos” e difíceis de se entender! Então, pior do que se faz com as crianças Índigo e Cristal, que pelo menos são muito engraçadinhas e demonstram dons incríveis e conseguem, algumas “migalhas” de verdadeira atenção, com os adolescentes é diferente! Para eles resta a impaciência, a indiferença, o “faz de conta” que escutei e o “já vai para a escola ou sair com alguém, graças a Deus”… Falta parar para refletir, escutar de verdade, com a mente e o coração abertos, as manifestações e expressões do “Ser” das crianças e adolescentes das novas gerações Índigo e Cristal! Eles representam o potencial de cura e de transformação da humanidade, de nosso país, o Brasil. Mas, eles realmente precisam ser levados a sério!!!

Pais sejam mais sensíveis, não repitam apenas o que seus pais e avós disseram e fizeram! Por favor, pais não sejam autoritários e desumanos com as crianças e com os adolescentes!

Busquem sentir, estudar, observar e descobrir quem é seu filho, como ele “funciona”, quais são seus anseios, suas dúvidas, inseguranças, os seus dons e como ajudar a desenvolve-los de forma saudável, amorosa e equilibrada!!!

Se está difícil, busque ajuda, pergunte, leia mas não insista num modelo de educação falido, anacrônico e desumano!!!