TRANSFIGURAÇÃO E SUPER CONSCIÊNCIA

Quando tivermos ido além da individualização, seremos Pessoas verdadeiras.
Ego era o nosso auxiliar
Ego é o nosso obstáculo.
Sri Aurobindo

Existe um universo chamado por Aldous Huxley de ;mundo visionário que se refere ao nosso mundo
interno, aquele espaço luminoso onde levamos uma vida diferente daquela dita, vida ordinária.
Referindo-se a esse mundo é que Karl Gustav Jung disse, certa vez, que aquele que olha para fora,
dorme e quem olha para dentro desperta.
Esse é um mundo onde podemos ver formas luminosas, seres diáfanos, informações e símbolos que
dançam a nossa volta, onde ouvimos sons e melodias de outras dimensões e onde os limites de tempo e
o espaço ou mesmo a dualidade não existem. Ele faz parte da intimidade das crianças, de muitos
artistas, de alguns visionários e também volta a se manifestar para algumas pessoas de idade mais
avançada ou anciãs.
Em situações chamadas por Abraham Maslow de experiências de pico ou culminantes também acontece
das pessoas acessarem esse mundo interno e viajarem por ele, voltando, invariavelmente,
transformadas ou até, em alguns casos mais raros, transfiguradas. O acesso a esse mundo, onde a
verdadeira vida acontece e onde encontra-se o fio condutor de nossa jornada terrena e de toda a nossa
jornada de alma e de espírito, pode ser acessado de diferentes maneiras tais como: através do resgate e
do fortalecimento da conexão com nossa criança interior, da contemplação da natureza, do êxtase
artístico em momentos altamente criativos de muitos artistas, da meditação praticada com
regularidade, das Experiências de Quase Morte (EQM, consideradas como sendo uma das experiências
de pico ou culminantes). Tal acesso também pode ser forçado através do uso de algumas drogas,
embora os estudos e experiências, atualmente, demonstrem que são viagens de mais curta duração e
com tantos riscos para a saúde e para a manutenção do equilíbrio saudável, que não compensam.
Havendo risco, inclusive de morte durante tais experiências. Com exceção dos Xamãs que são
preparados por toda a vida, tanto física quanto emocional e espiritualmente para seu propósito, e
possuem intimidade com as plantas e ervas medicinais bem como com os mundos e realidades
paralelas, não se recomenda o uso de drogas psicotrópicas e alucinógenas como caminho na direção da
transcendência e iluminação.
As canalizações também são um caminho de acesso e de comunicação com esse mundo interno e com
outras dimensões e suas realidades paralelas. Todos nós temos a possibilidade de receber mensagens e
de nos comunicarmos com outras dimensões. Esse é um verdadeiro e genuíno potencial do ser humano.
No entanto, algumas pessoas possuem esse dom mais ativado e assim, uma abertura maior do que
outras pessoas, para tais comunicações. É fundamental que percebam esse dom em si mesmas, o qual
se apresenta, geralmente, desde criança, e que sejam ajudadas e orientadas adequadamente, para
reconhecer, desenvolver e amadurecer esse dom. Pois, comunicar-se com outras dimensões exige muito
cuidado e postura ética. Afinal, existem leis superiores, espirituais e energéticas, que devem ser
consideradas, compreendidas e respeitadas para que o dom seja usado com consciência e
responsabilidade. Canalizar significa basicamente, acessar, captar e receber informações de seres que
estão em outras dimensões. Todo o canalizador deve estar à serviço da humanidade, por definição e por

questões de Ética Espiritual. Esse serviço envolve um alto desgaste de energia para quem está na
forma humana, no plano físico e, portanto exige o cuidado já referido. Existe imensa diferença e
distinção entre um canalizador preparado, maduro e responsável capaz de atuar sem a interferência do
ego e um outro canalizador despreparado e que se deixa iludir por seres de baixas vibrações e pelas
distorções que o ego pode causar nas mensagens recebidas.
A qualidade de um canal ou canalizador humano, portanto, é fundamental para que as mensagens
sejam recebidas com pureza e o máximo de isenção possível. As mensagens captadas ou recebidas
sempre incluem inspiração e lições tanto para o canal quanto para seu público receptor.

 

TRANSFIGURAÇÃO:

Ato ou efeito de transfigurar-se; transformação; metamorfose; alteração das feições, da figura, da
forma; mudança na maneira de proceder, de pensar e de sentir; no contexto religioso, estado em que
Cristo apareceu a três de seus discípulos. (Fonte: Dicionário Houaiss)

TRANSFIGURAÇÃO OU CONSCIÊNCIA CÓSMICA?
A consciência cósmica e o termo transfiguração se equivalem, são correspondentes dentro da visão
psicologia transpessoal. E, de acordo com Aldous Huxley, a transfiguração ou experiência cósmica pode
ser entendida e explicada como um tipo de experiência visionária. Segundo esse autor, a natureza
comum das experiências visionárias tem a ver com o fator luz, que pode ser uma experiência com luz
positiva ou negativa, agradável ou desagradável. A experiência de luz em seu aspecto positivo, pode ser
classificada como luz indiferenciada, uma experiência apenas da luz, como se todas as coisas estivessem
envoltas e inundadas em luz. Há também a experiência da luz diferenciada em que pessoas, objetos,
paisagens brilham muito e parecem estar impregnadas de uma luz própria. A transfiguração, trata-se de
um aspecto da luz diferenciada que pode ser descrito como um verdadeiro transbordamento, a partir do
mundo interior para o mundo exterior. Nesse tipo de experiência visionária, as pessoas percebem, de
olhos abertos, uma transfiguração do mundo exterior que aparece de forma irresistivelmente
maravilhoso, vivo e brilhante. A transfiguração ou consciência cósmica implica em um estado alterado
de consciência ou,como se diz atualmente, um estado mais expandido ou ampliado de consciência, o
qual pode ser transitório, circunstancial ou permanente. A transfiguração como um estado permanente
de consciência expandida decorre de um avanço evolutivo a nível espiritual, de um indivíduo que pode
já ter nascido dotado desse nível de consciência ou pode tê-lo conquistado, gradualmente, devido a
uma escolha e a uma busca dedicada ao autoconhecimento e a expansão de sua consciência, ou seja, a
evolução espiritual.
As crianças, especialmente as crianças das novas gerações, de grupos evolutivos denominados Índigo,
Cristal, Arco-íris, Estelar costumam chegar na Terra, com um natural estado de consciência expandida.
Tal condição natural poderá ser desenvolvida e amadurecida ou poderá ser reprimida, sufocada e
bloqueada dependendo da qualidade de sua educação tanto familiar quanto formal, no ambiente
escolar.
Huxley cita um místico anglicano chamado Traherne para ilustrar tal experiência de um mundo
transfigurado, tão natural nas crianças:
E assim, com muita dificuldade, aprendi os sórdidos estratagemas do mundo que, agora, desaprendi,
tornando-me novamente uma pequena criança a fim de poder entrar, uma vez mais, no Reino de Deus.

Pergunta-se: como podemos manter viva essa dimensão, dentro de nós? Como sustentar esse mundo
interior de valor inestimável que conhecemos durante a infância? Como preservar e honrar esse
universo interior e ao mesmo tempo, educar e preparar os indivíduos para se tornarem cidadãos e
cientistas verdadeiros e competentes, nesse mundo?
As experiências visionárias, entre elas a transfiguração são exemplos de acesso ao campo de todas as
possibilidades ou seja, a denominada Sobremente ou Superconsciente. Nas palavras de Sri Aurobindo, a
consciência e a experiência da Sobremente podem ser formuladas de muitas maneiras, pois a
Sobremente tem uma grande plasticidade e é um campo de múltiplas possibilidades. Em lugar de uma
difusão acêntrica e não-localizada, o ser pode perceber o universo dentro de si perceber a si mesmo
como o universo; mas também nesse caso o ser que percebe não é o ego: é a extensão de uma
autoconsciência essencial livre e pura, ou é uma identificação com o Todo _ sendo que a extensão ou a
identificação constituem um ser cósmico, um indivíduo universal.
A arte, sem dúvida constitui um caminho de acesso às experiências visionárias que poderão ser tanto
positivas quanto negativas mas sempre transformadoras tanto para o artista quanto para os
admiradores de sua arte. A arte tem o poder de nos transportar a outras dimensões inclusive a
dimensão interior própria, a dimensão interior do artista e a uma união entre essas dimensões de modo
a promover uma fusão de consciências num patamar mais além das individualidades, que seria esse
campo das múltiplas possibilidades. Daí, poder se afirmar que a arte tem o dom de curar e de
transformar o ser.

TU ÉS O MUNDO.
Krishnamurti

*EXEMPLO DE MENSAGEM CANALIZADA, ONDE NO TRECHO AQUI APRESENTADO, APARECE A EXPRESSÃO
TRANSFIGURAÇÃO

...HUMANOS IRMÃOS DA TERRA SEJAM ATRAVÉS DE SI A PRÓPRIA REVELAÇÃO DE QUEM SÃO, DO AMOR-REVELAÇÃO, DO AMOR-UNIÃO, DO AMOR-
EXPANSÃO, DO AMOR-ASCENSÃO, DO AMOR QUE É TRANSFORMAÇÃO E UNIÃO DO HUMANO E DO DIVINO. EXPERIENCIAR ESSA UNIDADE É EM SI A
NOSSA PRÓPRIA TRANSFIGURAÇÃO. VIDA E MORTE A UM SÓ TEMPO, VIDA E MORTE SEM LUGAR NO TEMPO E SEM ESPAÇO DEFINIDO. VIDA E
MORTE ALÉM DAQUI E MUITO ACIMA DE QUALQUER SUSPEITA, DÚVIDA E OU JULGAMENTO.
SOMOS QUEM REALMENTE PERMITIMOS E AUTORIZAMOS SER DESDE A DERRADEIRA HORA DA NOSSA MAIOR DOR, A DOR DE NASCER DE NOVO
PARA O VERDADEIRO SER. ENTÃO, FINALMENTE, SOMOS QUEM SOMOS E NÃO HÁ NENHUMA LUTA OU DOR EM APENAS SER, TUDO É UM
CONTÍNUO DE PAZ, DE ALEGRIA E UMA PROFUNDA E INTERMINÁVEL PAZ, HARMONIA, TUDO É INFINITAMENTE SER...
TUDO É...
ME ACREDITEM, EU SOU OU FUI PIAF, EDITH PIAF COMO ME CHAMAVAM VOCES E AINDA CHAMAM, POR AÍ, NA TERRA.
APRENDAM A LIÇÃO E AMEM, AMEM, AMEM, APENAS AMEM, O RESTO É ILUSÃO...

ASSINADO: PIAF, UMA CANÇÃO.

*MENSAGEM RECEBIDA POR INGRID CAÑETE, NO DIA 28/10/2007, À NOITE APÓS TER ASSISTIDO, NO CINEMA, AO FILME PIAF UM HINO AO AMOR.